quinta-feira, 25 de setembro de 2014

GINCANA AMBIENTAL

No dia 20 de setembro 2014, em comemoração ao aniversário da cidade, houve o encerramento da "Gincana do Meio Ambiente", promovida pela Prefeitura Municipal de de Pará de Minas  e parceria com outros órgãos públicos.
Esta gincana teve como objetivo a conscientização dos alunos da rede municipal e estadual de ensino sobre a importância de se preservar o meio ambiente, e conhecer um pouco mais sobre nosso rio e seus afluentes.
A gincana foi dividida em duas etapas:
  • 1º momento - Na escola - Confecção de um mural ecológico, uma peça teatral, e a campanha educativa realizada em frente à escola, que foi avaliada por uma comissão julgadora.
  • 2º momento - No Parque de exposição - Realização de tarefas, quizz ambiental e outras, previamente distribuídas.
Nossa escola foi a vencedora, recebemos um cheque no valor de R$ 1.000,00 (mil reais) e troféu. Conseguimos!!! Saímos vitoriosos, devido ao comprometimento de todos envolvidos: professores, alunos e equipe diretiva.






Parabéns, equipe Dom Bosco!!!

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

PNAIC - NA ESCOLA

Professoras do 1º, 2º e 3º ano da escola estão participando de um programa que veio apoiar as escolas públicas dando dicas e informações para melhorar a aprendizagem dos alunos.
O PNAIC - Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa - tem como objetivo alfabetizar em português e matemática todas as crianças até os 8 anos de idade, no final do 3º ano do Ensino Fundamental I.
As professoras dos 1º anos estão desenvolvendo atividades mencionadas no curso do PNAIC, confira:

Cantinhos de leitura

Cantinho da matemática


Fio de contas

Turma do 1º ano - professora Estela





Turma do 1º ano - professora Beth

Turma do 1º ano - professora Flávia



Mural com atividades de Tangran




 Jogo do boliche

 
Turma da professora Beth - 1º ano


Jogo do ganha 100

 
Turma da professora Estela - 1º ano


Jogo dos pontinhos

Turma da Estela - 1º ano

Jogo da Centopéia

Turma da Estela - 1º ano

A professora do 3º ano - Rosângela, também está desenvolvendo as atividades do PNAIC com seus alunos, com muita criatividade.

Cantinho de leitura



Cantinho da matemática


Foi muito criativo! Cada criança tem sua caixa com o material necessário para as aulas e juntos confeccionaram a estante com caixa de madeira (material reciclável), para guardar todos os materiais. Parabéns!!!


Jogo do tapetinho




Parabéns professoras pelo desempenho, dedicação e
 belíssimos trabalhos desenvolvidos com seus alunos.


terça-feira, 23 de setembro de 2014

PALESTRA CORPO DE BOMBEIRO

Cabo Vinícius do Corpo de Bombeiro, este na escola na tarde do dia 22/09 para ministrar uma palestra com alunos dos 4º e 5º ano sobre "Acidentes domésticos".
Mostrou a importância de se ter alguns cuidados com o fogo, panelas quentes, tomadas, piscinas, escadas, eletrodomésticos, brincadeiras perigosas... Também distribuiu para os alunos panfletos sobre: incêndios florestais, acidentes automobilísticos, trote, afogamento, incêndios...




O corpo de Bombeiros conta com você como parceiro na prevenção.

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

20/09 - DIA LETIVO

No dia 20/09 - aniversário de Pará de Minas, foi dia letivo, as professoras e alunos do 2º ano ficaram um lindo auditório, comemorando as datas do mês de setembro.



Parabéns professoras e alunos! 
Estava lindo o auditório!!!

terça-feira, 16 de setembro de 2014

INCLUSÃO NA EDUCAÇÃO FÍSICA

"Essa aula foi para mostrar os alunos, as dificuldades do dia a dia das pessoas com necessidades especiais e mostrar que mesmo com alguma limitação podem participar da aula de Educação Física." 
Toninho do Vale













quarta-feira, 10 de setembro de 2014

PALESTRA BULLYING

As enfermeiras do PSE - Ana Paula e Jaqueline, estiveram na escola ministrando uma palestra sobre "Bullying" para todas as turmas do 1º ano ao 9º ano do Ensino Fundamental.
Esta prática do  "Bullying" tem sido frequentes em nosso meio. É preciso haver mais esclarecimentos, informações... 




































Nossos agradecimentos as enfermeiras Ana Paula e Jaqueline!


segunda-feira, 8 de setembro de 2014

DIA DA PÁTRIA


O momento cívico da escola ficou a cargo do professor de história,  José Camilo. Após ouvirmos o Hino Nacional, houve uma apresentação de slides, onde o professor traçou um paralelo entre o dia histórico da independência, 07 de setembro de 1822, e os dias atuais.
O objetivo desta atividade é incentivar os alunos a exercerem a cidadania, com visão crítica, estimular o patriotismo e entender como os fatos do passado, interferem diretamente no cenário atual do país.


video


Esse tema, a INDEPENDÊNCIA DO BRASIL, é interessante porque tem haver, e muito, com as nossas vidas.
Vejamos:
Hoje, estamos comemorando a LIBERDADE do Brasil, que veio através da nossa Independência com relação a Portugal.
Quando os portugueses chegaram em nossas terras, no ano de 1500, não existia ainda o povo brasileiro. A nossa identidade só foi formada com a MISCIGENAÇÃO de várias culturas, dos vários povos indígenas, dos vários povos africanos e dos europeus.
Nessa mistura, foi formando um povo, com sua língua, crenças, cultura e sua história, construindo, assim, a sua própria IDENTIDADE, chamado de BRASILEIRO.
Por várias vezes, brasileiros lutaram pela liberdade do Brasil, colocando em risco as suas vidas, como foi o caso da CONJURAÇÃO (Conspiração) MINEIRA, da CONJURAÇÃO BAIANA e a REVOLUÇÃO PERNAMBUCANA. Todas elas pretendiam, entre outras coisas, a independência e a proclamação de uma república.
Em 1807, o destino veio ajudar os brasileiros. Uma guerra entre os ingleses e franceses promoveu a transferência da família real e sua corte para o Brasil, fugindo da invasão napoleônica.
Chega ao Brasil, 1808, a família real, trazendo para os brasileiros os ares da liberdade, com a abertura dos portos as nações amigas ao comércio com o Brasil. Termina o monopólio português. Foram criados, nesse período, o Banco do Brasil, a Academia de Belas-Artes, a Casa da Moeda, a fábrica de pólvora e o arsenal da Marinha.
Deus-se também a elevação do Brasil à categoria de Reino Unido a Portugal e Algarve, em 1815. O brasil deixara de ser colônia. A cidade do Rio de Janeiro se desenvolveu com as construções de edifícios, avenidas, faculdades, jardins, etc.
Um fato, em 1820, veio acelerar a nossa independência, a REVOLUÇÃO LIBERAL DO PORTO. Esse movimento exigiu a convocação das Cortes para elaborar uma constituição para Portugal, defendendo a manutenção da monarquia e os direitos dos portugueses, como o imediato retorno da Corte para Portugal e a restauração da exclusividade de comércio com as colônias.

Será que os brasileiros vão gostar dessa situação?

Claro que não. Uma vez conseguida a liberdade, nunca mais desejaríamos voltar a ser colônia de Portugal.
Dom João VI, pressionado, volta para Portugal e, sabendo que os brasileiros iriam lutar para manter os privilégios conquistados com a vinda da família real para o Brasil, deixa aqui seu filho, o príncipe regente Dom Pedro.
Em decorrência das ameaças dos portugueses para que Dom Pedro volte, também, para Portugal, o príncipe regente declara a INDEPENDÊNCIA NO DIA 07 DE SETEMBRO DE 1822.
O Brasil, a partir dessa data, consegue sua “LIBERDADE”, ou parte dela, pois conseguimos nossa autonomia política, mas não conseguimos nossa independência econômica. Ficamos reféns do poder econômico inglês.
Essa história tem muito haver com a gente!

Vocês alunos, estão buscando o quê para o futuro?

Certamente a sua independência. Um dia, vocês irão desejar constituir uma família, ter sua casa, seu emprego, mesmos os que não desejarem se casar, vão querer ter seu dinheiro para poder sair, viajar e comprar suas coisas.

E como a gente consegue a nossa Independência?

Com os estudos! Somente com os estudos é que conseguimos nos qualificar e, portanto, estar hábil a conseguir um emprego. Conforme no nosso grau de estudo, podemos almejar bons empregos.
Agora, quem não busca os estudos para ter um futuro promissor, CORRE O RISCO de se aventurar para o mundo do crime. E todos, mais cedo ou mais tarde, vão cair nas mãos da justiça, isso, quando não são mortos por acerto de contas ou pela polícia, em troca de tiros.

Portanto, a Escola é o caminho correto para conseguirmos a nossa Independência, somente através dos estudos conquistaremos a nossa independência.
Com estudo podemos almejar bons empregos. Caso contrário, iremos ser sempre dependentes dos familiares ou da bandidagem.
Para que possamos comemorar de fato a nossa independência, é necessário que a educação seja prioritária nas ações políticas, que os professores e os funcionários de cada escola sejam reconhecidos e valorizados e os alunos passem a compreender a importância da Escola para sua formação cidadã no contexto familiar, social e profissional.
Vamos comemorar a independência do Brasil e, também, a nossa independência, estudando e aprendendo sempre.

PROFESSOR DE HISTÓRIA – JOSÉ CAMILO